Essa página pode demorar um século para carregar, mesmo que você tenha conexão de banda larga. A não ser que você tenha uma conexão de 10 Mega pra cima, ou more no Japão! Huhuahuhaha... Mas tenha paciência, afinal você passou 9 meses para nascer :-) E quando abrir verás que valeu a pena esperar :-)

♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥

Traductor
English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
AQUI VOCÊ ENCONTRA O QUE ACONTECEU, ESTÁ ACONTECENDO OU VAI ACONTECER NA ILHA - É SÓ CLICAR NOS SELOS ABAIXO E CONFERIR - VAI PERDER?
0 0 0

sábado, 25 de julho de 2015

MINHA JANELA... NOSSA POESIA...

Boa tarde coisas lindas da blogosfera que a Sereia ama, ama de paixão... Poucos, mas bons *risos* - Os dias vão passando, coisas acontecendo, sejam boas ou não, o importante é lembrar que a vida não para e o mundo não vai parar jamais de girar mesmo que você fique parado.... Então adelante, porque a caravana passa e a Sereia nada *gargalhadas*, lembrando sempre que sorrir em efetivo é e sempre será o melhor remédio, mesmo que um cristal de lágrima teime em querer rolar em sua face. E mudando de assunto - Vamos que vamos continuar poetizando minha gente e gentas? Sim, basta clicar aqui no Ostra da Poesia e participar da votação que lá está ocorrendo por conta do 10º Pena de Ouro e, estamos na Semifinal, puro frisson, você vai ficar fora dessa? - Recadinhos dados, como sempre encerro com uma reflexão sereidiana *risos*:
Certa vez, dois homens estavam seriamente doentes na mesma enfermaria de um grande hospital. O cômodo era bastante pequeno e nele havia uma janela que dava para o mundo. Um dos homens tinha, como parte do seu tratamento, permissão para sentar-se na cama por uma hora durante as tardes (algo a ver com a drenagem de fluido de seus pulmões). Sua cama ficava perto da janela. O outro, contudo, tinha de passar todo o seu tempo deitado de barriga para cima. Todas as tardes, quando o homem cuja cama ficava perto da janela era colocado em posição sentada, ele passava o tempo descrevendo o que via lá fora.
A janela aparentemente dava para um parque onde havia um lago. Havia patos e cisnes no lago, e as crianças iam atirar-lhes pão e colocar na água barcos de brinquedo. Jovens namorados caminhavam de mãos dadas entre as árvores, e havia flores, gramados e jogos de bola. E ao fundo, por trás da fileira de árvores, avistava-se o belo contorno dos prédios da cidade.
O homem deitado ouvia o sentado descrever tudo isso, apreciando todos os minutos. Ouviu sobre como uma criança quase caiu no lago e sobre como as garotas estavam bonitas em seus vestidos de verão. As descrições do seu amigo eventualmente o fizeram sentir que quase podia ver o que estava acontecendo lá fora…
Então, em uma bela tarde, ocorreu-lhe um pensamento: Por que o homem que ficava perto da janela deveria ter todo o prazer de ver o que estava acontecendo? Por que ele não podia ter essa chance? Sentiu-se envergonhado, mas quanto mais tentava não pensar assim, mais queria uma mudança. Faria qualquer coisa!
Numa noite, enquanto olhava para o teto, o outro homem subitamente acordou tossindo e sufocando, suas mãos procurando o botão que faria a enfermeira vir correndo. Mas ele o observou sem se mover… mesmo quando o som de respiração parou.
De manhã, a enfermeira encontrou o outro homem morto e, silenciosamente, levou embora o seu corpo. Logo que pareceu apropriado, o homem perguntou se poderia ser colocado na cama perto da janela. Então colocaram-no lá, aconchegaram-no sob as cobertas e fizeram com que se sentisse bastante confortável.
No minuto em que saíram, ele apoiou-se sobre um cotovelo, com dificuldade e sentindo muita dor, e olhou para fora da janela. Viu apenas um muro…
“A vida é, sempre foi e sempre será, 
aquilo que nós a tornamos.”
E assim é a vida meus Ilheiros.
Tudo depende da janela, através da qual
observamos os fatos.
Antes de criticar, verifique
se você fez alguma coisa para contribuir.
Verifique seus próprios defeitos e limitações.
Devemos olhar, antes de tudo,
para nossa própria casa, para dentro
de nós mesmos.

8 comentários:

  1. Muito lindo Lindalva,adorei.
    Primeiro precisamos ver nossos defeitos antes de criticarmos,mas nem sempre é dessa forma,estamos nesse mundo para aprender cada vez mais e dar muitos tropeços para quem sabe um dia usá-los como degraus e assim possamos conseguir alguns pontinhos mais,quando o Mestre nos chamar para a grande viagem.
    Bjs e um ótimo domingo.
    Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  2. Tu na tua janela,
    eu aqui tão longe vendo
    abaixo não caias dela
    escuta o que estou dizendo.

    Não sejas teimosa,
    te protege da tempestade
    porque a vida é preciosa
    com amor e felicidade!

    Tu bem sabes disso,
    por isso mesmo tem cuidado
    senão acreditares no que digo
    está o caldo todo entornado?

    Não te digo por agora,
    mais nada, o dia ainda não terminou
    mas, porque está na hora
    de lanchar quem, ainda, não lanchou!

    Bom fim de semana. Beijinhos.
    Eduardo.

    ResponderExcluir
  3. Oi Lindalva, quanta saudades de você deste blog tão carinhoso e aconchegante para os blog os blogueiros. Linda reflexão, super beijos!!!

    ResponderExcluir
  4. Boa noite menina!
    Hoje a tarde quando li essa reflexão por um momento pensei em algo,mas depois logo vi que ñ.
    Sim tudo depende da janela o qual observamos os fatos...Porém tem quem cria os fatos.
    Como sempre vc nos apresenta uma linda reflexão.Desejo olhar para dentro de mim mesma,para ñ ser injusta com ninguém.
    Deus continue a nos abençoar.
    Bjsss

    ResponderExcluir
  5. Oi querida amiga Lindalva, que lindo!!!
    Vim lhe desejar uma excelente tarde de domingo, beijos e fique com Deus!!

    ResponderExcluir
  6. Boa tarde lindona! hoje entro aqui somente para ouvir a música...Vc ñ se importa né?É que ao abrir a minha janela muitas coisa passaram em minha cabeça, e nada melhor que ouvir a melodia para continuar sabendo como viver,porque se não...Affff! A vontade que temos é de fechar a janela e ñ deixar espaço para ninguém,nem nada pular,afinal a vida é aquilo que nós a tornamos. Mas desejo torna-la algo em que as pessoas que estejam comigo possam senti vontade de voltar,possa senti falta de meu sumiço.
    Obrigada por nos presenteá com essa reflexão. Gostaria apenas que vc soubesse que não são as coisas que marcam a minha vida.mais sim as pessoas que marcam a minha vida,e vc é uma delas...
    Bjsss

    ResponderExcluir
  7. Minha doce amiga...Eu sei que é preciso saber viver...Mas esta sendo tão difícil....
    Eu queria tanto entrar na sua outra ilha,lá eu tinha tudo o que eu queria,era o meu analgésico quando os meu não fazem mais efeitos.

    ResponderExcluir

Seja bem vindo (a) se vier por bem, mas se vier por mal perdeu seu tempo o Anjo Protetor da Ilha está na porta balançando as asinhas *risos* e Obrigada por navegar em minha Ilha... deixe seu perfume no ar...e me desculpe, mas não sigo correntes, memes e nem questionários... bem como não libero comentários de anônimos, afinal quem é amigo da Ilha se identifica - me aceite assim, que aceito como tu és! Lindalva, a lady sereia ♥

R E C A D I N H O S